Controle Seus Pontos de Acesso aos Recursos do Azure Em seguida, você precisa decidir como seus usuários irão acessar os recursos da nuvem ao qual obtiveram acesso. O Microsoft Azure permite múltiplos métodos de acesso e recursos de gerenciamento, portanto, é importante restringir o acesso remoto para sua VM a partir de uma estação de trabalho fortificada e dedicada executando apenas os serviços e aplicações necessários, podendo ter um acesso restrito à rede apenas para o que é necessário para realizar tarefas de forma prática. Essas estações de trabalho não são usadas por seus usuários para as atividades cotidianas. Você pode bloquear mais o acesso aos recursos do Azure com um Gateway de Desktop Remoto (Remote Desktop Gateway ou RDGW), instalado no local e conectado ao ambiente Azure. Esse RDGW, junto com a Proteção de Acesso à rede do Servidor Windows (NAP), ajuda a garantir que apenas os clientes que atendam critérios de segurança específicos estabelecidos por seus AD GPOs podem se conectar. Nesse tipo de configuração, a instância local do Windows Firewall (ou um cliente de Firewall não Microsoft) é configurada para bloquear conexões de entrada, tais como a RDP. O administrador pode se logar na estação de trabalho local fortificada e começar uma sessão RDP que se conecta à máquina virtual Azure, mas não pode se logar em um PC corporativo e usar o RDP para se conectar à estação de trabalho em si. Essa prática tem o objetivo de restringir e reduzir sua superfície de ataque. A seguinte visualização lógica mostra como o acesso à Azure VM só é permitido a partir da estação de trabalho fortificada local via RDGW.

Controle Seus Pontos de Acesso aos Recursos do Azure

Em seguida, você precisa decidir como seus usuários irão acessar os recursos da nuvem ao qual obtiveram acesso. O Microsoft Azure permite múltiplos métodos de acesso e recursos de gerenciamento, portanto, é importante restringir o acesso remoto para sua VM a partir de uma estação de trabalho fortificada e dedicada executando apenas os serviços e aplicações necessários, podendo ter um acesso restrito à rede apenas para o que é necessário para realizar tarefas de forma prática. Essas estações de trabalho não são usadas por seus usuários para as atividades cotidianas. Você pode bloquear mais o acesso aos recursos do Azure com um Gateway de Desktop Remoto (Remote Desktop Gateway ou RDGW), instalado no local e conectado ao ambiente Azure. Esse RDGW, junto com a Proteção de Acesso à rede do Servidor Windows (NAP), ajuda a garantir que apenas os clientes que atendam critérios de segurança específicos estabelecidos por seus AD GPOs podem se conectar.

Nesse tipo de configuração, a instância local do Windows Firewall (ou um cliente de Firewall não Microsoft) é configurada para bloquear conexões de entrada, tais como a RDP. O administrador pode se logar na estação de trabalho local fortificada e começar uma sessão RDP que se conecta à máquina virtual Azure, mas não pode se logar em um PC corporativo e usar o RDP para se conectar à estação de trabalho em si. Essa prática tem o objetivo de restringir e reduzir sua superfície de ataque. A seguinte visualização lógica mostra como o acesso à Azure VM só é permitido a partir da estação de trabalho fortificada local via RDGW.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu