Redes sociais mais seguras: Coisas simples que você pode fazer para proteger sua rede

Uma série em 3 partes sobre como se defender contra as ameaças online.

SEGUNDA PARTE: Redes Sociais Mais Seguras

Boas notícias: Você pode ajudar no combate contra os vigaristas e ladrões de identidade cibernéticos, que estão constantemente tentando trapacear, burlar ou enganá-lo (e muitas outras coisas) para pegar suas informações, controlar seu computador e roubar seu dinheiro.

Essa é a segunda parte de uma série de três postagens com recomendações para você se proteger melhor, e as pessoas que você ama, na rede adotando algumas medidas, sem se colocar em risco de retaliações.

O principal objetivo dessa série é incentivar você a ser mais do que um alvo passivo e uma possível vítima do crime cibernético. Todas as vezes que você está online, você precisa ficar vigilante e estar preparado do mesmo modo que um goleiro da Copa do Mundo deve estar durante um jogo. Você pode usar as ferramentas simples mas eficazes, que estão disponíveis para nós, para ajudar as autoridades e os especialistas a monitorar e policiar a Internet.

O objetivo desse segundo post é conscientizá-lo sobre as ferramentas específicas à nossa disposição para tornar os sites de redes sociais, como o Facebook, melhores e mais seguros para toda a comunidade online.

Relatar golpes, spam, farsas, e muitas outras coisas, no Facebook

Existem várias atividades de agressores que podem levar a problemas reais para os membros dos sites de redes sociais, como o Facebook. Essas são algumas delas:

  • Golpes
  • Spam
  • Farsas
  • Roubo de Identidade
  • Pornografia de vingança
  • Violência
  • Bullying cibernético

O Facebook está possibilitando que seus membros combatam os meliantes, que criam contas falsas usando-as para fins perversos ou para lucrar às custas de membros e empresas legítimas.

A seu favor, o Facebook criou e lançou uma ferramenta que permite remover e marcar uma postagem no seu feed de notícias (as postagens que aparecem no seu mural). Assim, quando você vê algo que o ofende ou apenas não goste no seu mural, você pode remover e etiquetar a postagem.

Opções para marcar uma postagem ofensiva no Facebook

Para relatar à equipe do Facebook uma postagem que o incomoda, simplesmente clique na flecha para baixo no canto superior direito da postagem.

Entre as opções apresentadas no menu suspenso, selecione Denunciar publicação. Então abrirá a janela: Ajude-nos a entender o que está acontecendo.

Depois aparecerão opções para Por que você não quer ver essa foto?, como visto na captura de tela abaixo.

Captura de Tela 2015-04-23 às 16.48.10

Você pode marcar uma das quatro opções sobre a postagem ofensiva, fornecendo aos administradores do site do Facebook uma orientação de como lidar com ela. Uma das opções é: “É spam”.

Se um número suficiente dessas “tags” aparecer em uma postagem como censurável ou falsa, a equipe do Facebook tomará medidas para reduzir a sua visibilidade e pode até adicionar uma nota dizendo: “Muitas pessoas no Facebook informaram que essa história contém informações falsas”.

De acordo com o Facebook você não precisa se preocupar com boas postagens sendo marcadas erroneamente já que “um pequeno grupo de editores, frequentemente postando embustes e golpes verão sua distribuição diminuir”.

Um representante do Facebook disse, “Desde que fizemos essa atualização, nossos dados iniciais mostraram que o número de reclamações recebidas sobre esse tipo de conteúdo falso no Facebook caiu”.

Outro grande exemplo de como contra-atacar

Eis um grande exemplo de como um indivíduo lutou contra artistas do golpe na Internet. Um comediante telefonou para o número de telefone de um golpista se passando por um casal de idosos só para ver quão baixo o golpista iria. Foi muito baixo. Assista ao vídeo: Aplicando golpes nos Idosos Online. (em inglês).

Como sempre, recomendamos que você implemente um pacote robusto de segurança de um grande fornecedor de software de segurança, como a Trend Micro. Obtenha o Trend Micro Internet Security, que inclui um recurso que identifica as configurações de privacidade no Facebook, Google+, Twitter e LinkedIn que precisam ser ajustadas para não revelarem suas informações pessoais que podem levar ao roubo de identidade.

Siga a @TrendMicroBR no Twitter e use a hashtag #ProtectYourNet.

Leia os outros posts dessa série:

PRIMEIRA PARTE: Email Mais Seguro

SEGUNDA PARTE: Redes Sociais Mais Seguras

TERCEIRA PARTE: Navegação Mais Segura