3 análises para avaliar o fornecedor de segurança de informação

Será que o fornecedor de segurança da informação entrega exatamente o que a empresa  precisa para ter seus dados protegidos? Até que ponto ele está apto para contribuir com as demandas futuras do negócio? Se eu expandir o data center, as soluções atuais vão continuar proporcionando a segurança necessária?

Dependendo do grau de relacionamento que você possui com o parceiro de soluções de TI atual é possível que sinta-se inseguro sobre a maturidade de suas ofertas, principalmente quando falamos de segurança digital.

É importante se perguntar algumas coisas em relação ao seu fornecedor: Ele cobre amplamente a minha necessidade? Ele atende minhas mudanças, meu ambiente dinâmico? Ele poderá atender minhas necessidades futuras? Se eu expandir meu data center, ele me atende? Se eu mudar o ambiente do servidor, ele ainda me atende? Na nuvem, legado, ou virtualizado?

ebook seguranca dos dados

Para te ajudar, veja três análises que podem lhe ajudar a avaliar a qualidade do serviço prestado pelo fornecedor de segurança da informação.

# 1 – Avalie se a empresa é especialista no assunto

É comum encontrar no mercado empresas que oferecem uma série de serviços e, também, soluções de segurança. Ao optar por um fornecedor generalista, você poderá ter um atendimento com viés mais amplo, sem o aprofundamento de que necessita. A atuação sem especialista aumentará o risco nas brechas de segurança. Para ter certeza que os dados corporativos estarão protegidos é fundamental avaliar se o fornecedor em análise é realmente especialista em segurança de informação. Busque referências no mercado e atuação em conjunto com comprovar a capacidade de entrega, conforme sua necessidade.

#2 – O que os institutos especializados falam da empresa?

Na hora de vender, as empresas prometem entregar exatamente o que o cliente precisa. Porém, na prática, nem sempre o combinado acaba sendo cumprido e são nesses momentos que começam a surgir os problemas.

Uma forma de saber se realmente dá para levar em consideração o discurso “vendedor” do fornecedor é pesquisar o que os institutos  e laboratórios especializados falam sobre a empresa.

Por exemplo, o Gartner e IDC são institutos renomados de pesquisas do mundo na área de Tecnologia da Informação, e o NSS Labs é um dos principais laboratórios de segurança da informação do mundo. Esses institutos são ótimas referências de órgãos para avaliar a solidez e qualidade da empresa e de suas respectivas soluções. Oferecem tanto  informações relevantes em relação ao negócio e quanto informações mais técnicas. Por isso, vale a pena procurar saber como o fornecedor é avaliado por eles e sua evolução.  

# 3 – Atente-se à qualidade do produto

Se você ainda não utilizou soluções de segurança fica difícil avaliar a qualidade do produto. Porém, para ter mais certeza de que está fazendo a escolha certa, busque referências com os institutos e pesquise no mercado sobre a solução.

Por exemplo, uma plataforma de endpoint de segurança de dados que está posicionada como líder no Quadrante Mágico do Gartner, com certeza, tem a sua qualidade atestada. Afinal, o Quadrante Mágico do Gartner apresenta uma representação gráfica do mercado tecnológico por um determinado período, salientando as forças dentro de um segmento empresarial, as qualidades e possíveis falhas das empresas mais significativas da área de tecnologia.

De acordo com o Gartner, essas soluções estão aptas para:

# Protegerem contra ameaças e manterem os dados seguros em todos os servidores, dispositivos e aplicações;

# Defenderem endpoints em ambientes físicos, em nuvem e híbridos;

# Fornecerem a comprovada proteção avançada da próxima geração e também inteligência de ameaças em tempo real;

# Simplificarem o gerenciamento com visibilidade e controle centralizados em todas as redes, servidores e endpoints.

Evite o desperdício de recursos financeiros e entregue a segurança dos dados da sua empresa nas mãos de um fornecedor que realmente esteja capacitado para executar a função.