4 critérios para escolher o fornecedor de segurança da informação

A contratação de fornecedores de TI é um processo que deve ser planejado e muito bem avaliado para que não traga nenhuma dor de cabeça na hora de utilizar as soluções.

E, quando o assunto é segurança da informação, esse cuidado na escolha do parceiro deve ser ainda maior, já que preservar os dados da sua empresa é mandatório para a performance do negócio.

Mas, afinal, o que é importante levar em consideração para não errar neste processo e correr o risco de ter vulnerabilidades de sistema?

Listamos abaixo quatro pontos importantes para ajudá-lo no momento de prospecção do parceiro ideal. Veja:

1 – Busque uma empresa que conheça as ameaças locais de segurança

Procure entender qual o nível de conhecimento do fornecedor sobre os ataques cibernéticos que acontecem no Brasil. Verifique se ele está por dentro das novas ameaças, se conta com um laboratório de pesquisa e com uma equipe capacitada para combater os ataques. Busque referência na mídia e, também, com outros clientes para comparar se o discurso de venda é compatível com o posicionamento e resultados apresentados na prática.

ebook seguranca dos dados

2 – Analise a solidez da empresa

Analisar o tempo de mercado da empresa, se é listada em bolsa, conhecer seu portfólio, principais referências de clientes e projetos são pontos muito importantes para evitar surpresas desagradáveis. Muitas empresas novas chegam ao mercado de segurança de informação e, muitas vezes, não contam com uma tecnologia madura para impedir os ciberataques e nem com solidez suficiente para suportar a instabilidade econômica brasileira. Tudo isso pode colocar em risco a proteção das informações do seu negócio.

3 – Avalie a tecnologia

Outro critério fundamental na hora de escolher o fornecedor de TI é avaliar a maturidade da solução tecnológica oferecida. Para ter um processo eficiente de proteção, você precisará de atualizações e da continuidade do produto. Além disso, o ideal é que o parceiro faça um diagnóstico da necessidade da sua empresa e ofereça uma solução que atenda especificamente essa demanda.

4 – Questione sobre a aplicação de prova de conceito

Testar a solução e analisar se ela está apto para cumprir todas as promessas e gargalos que se propôs é uma prática essencial para garantir o bom desempenho da tecnologia. Um parceiro que confia na sua tecnologia faz questão de realizar o POC (Proof of Concept). Essa prática é indicada para demonstrar dentro do ambiente da empresa os riscos de vulnerabilidades e o grau de resolutividade da solução para cada caso. A prova de conceito obriga o fabricante a mostrar o nível de funcionamento do seu sistema e identificar as customizações necessárias para atender a necessidade. Outra vantagem com o POC é a agilização no processo de implementação da tecnologia, já que o fornecedor já fez um estudo prévio do ambiente e das necessidades da empresa.

Considere esses pontos na hora de buscar uma solução de segurança de dados para sua empresa e tenha a certeza que escolheu o parceiro ideal.