Segurança nas mídias sociais para adolescentes e famílias: dicas para os aplicativos populares mais recentes

Qualquer pai de adolescente sabe o que é se preocupar com seus hábitos nas redes sociais, sua segurança e privacidade – a ou a falta delas. Assim como a leitura de um bom livro, seu filho adolescente pode ser transportado para um lugar diferente com o apertar de um botão e essas novas possibilidades são criadas por conexões facilitadas pelas plataformas de mídia social. A mídia social ao abrir as portas para as pessoas que querem se conectar, compartilhar e criar sua própria presença online se estendeu a uma geração inteira de adolescentes que estão procurando um lugar onde possam criar sua própria realidade em seus próprios termos. Existem muitos benefícios mas também existem riscos.

Embora o Facebook ainda seja o lugar para se ir por vários motivos sociais, aplicativos sociais mais novos que tornam mais prático a captura e compartilhamento de momentos novos e fugazes estão se tornando cada vez mais populares entre os adolescentes. A maioria desses aplicativos são desenvolvidos não apenas para criar conexões sociais mas também para inspirar os usuários a exercitar seus talentos e criatividade individuais e divulgar a consciência sobre questões globais críticas. Porém, quando o sigilo e o anonimato são fáceis, você pode esperar que seu filho adolescente mude para um aplicativo que oferece exatamente isso. Aplicativos que permitem que as pessoas enviem mensagens e imagens que se autodestroem depois de pouco tempo pode ser muito conveniente para os adolescentes que querem apagar seus rastros digitais. O mesmo acontece com os aplicativos que permitem que os adolescentes permaneçam incógnitos. Para dar uma ideia, esses são alguns aplicativos (potencialmente abusivos) que seu adolescente pode estar usando (depois do Facebook e do Twitter):

Aplicativos que têm conteúdo autodestrutivos

Snapchat – esse aplicativo de mensagens permite que os usuários estabeleçam o tempo de validade das imagens e vídeos que enviam. Depois que a imagem é vista, ela irá desaparecer.

Burn note – o equivalente em texto do Snapchat. Esse aplicativo de mensagens apaga a mensagem depois de um certo tempo. Seu sistema de exibição exclusivo revela uma palavra de cada vez. Os usuários não podem enviar fotos e vídeos.

Slingshot – chamado de clone do “Snapchat”, esse aplicativo de mensagens efêmeras permite que os usuários tirem uma foto rápida, ou vídeo. Depois de vista a mensagem se autodestrói. A diferença é que você só pode ver a foto até o destinatário enviar uma foto de volta.

Aplicativos anônimos

Yik Yak – os usuários podem publicar comentários como os do Twitter anonimamente, atingindo uma audiência dentro de um raio de 16 km de sua localização física. Esse aplicativo foi projetado para campus de universidades com uma restrição de idade mínima de 17 anos e permite que você saiba o que as pessoas próximas (amigos ou estranhos) estão fazendo.

Fess – esse aplicativo permite que os adolescentes leiam e publiquem confissões de maneira anônima em sua escola. O aplicativo promete “Sem professores. Sem Pais. Só Estudantes”.

Whisper – um aplicativo “confessionário” social que permite que os usuários divulguem segredos anonimamente, junto com uma imagem, mais texto. Esse aplicativo também exige uma idade mínima de 17anos.

Outros aplicativos de Texto/Bate-papo/Vídeo

Line – um aplicativo de mensagens completo de texto e vídeo que também integra elementos da mídia social, tais como jogos e bate-papos em grupo. O aplicativo tem um recurso chamado “Bate-papo Oculto” que permite que a mensagem desapareça. Os usuários podem escolher o tempo que eles querem que a mensagem dure até desaparecer: de dois segundos a uma semana.

Tango – outro aplicativo de rede social multifacetado que permite que os usuários escrevam textos, façam chamadas com vídeo, compartilhem fotos e vídeos, joguem e enviem músicas para seus amigos.

Aplicativos de Encontro/Namoro

Down – antes conhecido como “Bang With Friends”, esse nome de aplicativo de encontro implica em tudo que pode dar errado ao ser usado por adolescentes. O famoso aplicativo permite que os usuários selecionem prováveis interesses românticos.

MeetMe – esse aplicativo aberto de rede permite que os usuários conversem com outras pessoas online e tem uma função chamada Match que possibilita que os usuários se “admirem secretamente”.

Skout – chamado de um aplicativo de “flerte”, esse aplicativo permite que os usuários se inscrevam como adolescentes ou adultos. Depois, são colocados em grupos apropriados (adolescentes ou adultos) onde podem conversar, enviar imagens e comentários. Eles podem receber notificações sobre a geolocalização de outros usuários. O problema: não há verificação de idade.

Tinder – um aplicativo popular de namoro para usuários que supostamente estão procurando um relacionamento sério. É a tendência por causa de seu recurso de deslizar: deslize para a esquerda para dispensar alguém, deslize para a direita se estiver interessado. Também permite a geolocalização.

Esses aplicativos se tornaram rapidamente populares entre os adolescentes, como locais alternativos para se conectar longe dos olhares curiosos dos adultos. Os adolescentes querem e buscam privacidade por essa razão. Embora possa ser uma atitude normal, saudável e de acordo com a idade, também é importante ter uma conversa sincera com seu adolescente sobre seus hábitos e comportamento na mídia social, e sobre os efeitos duradouros que ela pode ter na vida deles ou de outras pessoas. Adolescentes precisam de sua orientação adequada e na hora certa. Isso pode parecer assustador já que muitos aplicativos não existiam quando você era um adolescente, portanto você não conta com uma experiência passada.

Mas você pode fazer muito para garantir para que eles usem qualquer tecnologia – aplicativos, site, jogos – de maneira segura, responsável e experiente também.

Essas são algumas dicas para você começar:

Estabeleça um diálogo aberto com seu adolescente – ao invés de impor regras, tenha uma comunicação aberta com seu adolescente. Isso o incentivará a ser aberto sobre sua vida social, tanto no mundo real como online. Seria melhor estar fisicamente presente para poder desenvolver um nível de confiança mais pessoal. Se você não pode estar sempre presente, certifique-se de verificar rotineiramente e ouvir o que ele não está dizendo.

Experimente o aplicativo – não é preciso ser um especialista, nem vir com toneladas de informações. Abra uma conta para não orientá-lo sem conhecimento.

Incentive-o a manter as informações pessoais privadas – embora o propósito da mídia social seja compartilhar e se conectar, seu adolescente deve saber que suas informações pessoais devem permanecer dentro de limites apropriados. Seja minimalista e compartilhe com cuidado. Isso inclui pensar duas vezes sobre compartilhar sua localização, números de contato, endereços de email e outros detalhes relacionados à família.

Avise o seu adolescente para selecionar cuidadosamente suas conexões – seu adolescente naturalmente deve querer ter o máximo de “amigos” possível. Mas, ensine sobre os perigos de ficar amigo de completos estranhos, inclusive outros estudantes de sua escola. Predadores online estão em todos os lugares buscando usuários desavisados. Antes de seu filho aceitar solicitações de amigos, peça para ele verificar bem o perfil do remetente com você.

Implemente controles apropriados de segurança e privacidade – isso vale para todas as redes sociais no computador e no dispositivo móvel de seu adolescente. Tenha certeza de verificar as políticas de privacidade e segurança e as implemente de acordo. Use o nível mais restrito de configurações de privacidade, quando estiver fazendo o que precisa com o aplicativo.

Ensine o seu adolescente a “estabelecer um limite” – quando o abuso acontece, alguns adolescentes tendem a não falar, por medo ou vergonha. Ensine seu adolescente sobre as implicações de abusos ocultos online e ensine-o a relatar tais ofensas para você quando acontecerem para poder contatar prontamente as autoridades.

Lembre a eles para serem gentis – o que eles fazem e dizem sobre eles mesmos e sobre outras pessoas reflete neles. Elas vão mostrar ao mundo quem eles são.

Continue acompanhando nosso blog, confira as melhores dicas de segurança e saiba como se proteger na rede! Algum comentário sobre essa postagem? Fale com a gente no twitter @TrendMicroBR!